Edição 472

    NESTA EDIÇÃO

    O cineasta paulista Fernando Meirelles concilia o cinema com o ativismo em defesa das florestas e dedica boa parte do seu tempo a acompanhar as questões ecológicas.

    Os protestos no mundo árabe não derrubam só ditaduras.

    Em 2008, Paragominas liderava a lista negra dos municípios campeões do desmatamento.

    O passageiro pesa três toneladas e não pode ser irritado. O voo é panorâmico, mas ele não vê nada. Para não estressar, a companhia aérea usa anestésicos.

    O ato físico de rir libera substâncias químicas no cérebro que nos trazem sensação de bem-estar e mais resistência à dor, revelam pesquisas recentes.

    Camada de carbono com um átomo de espessura.

    A estação de trem de Blackfriars, ligada à ponte homônima, construída sobre o Rio Tâmisa, em Londres, vai se tornar ainda este ano a maior "ponte solar" do mundo.

    A meca dos historiadores brasileiros é um edifício moderno que abriga, desde 1990, o arquivo da Torre do Tombo, em Lisboa.

    Há referências ao gruyère desde 1655, mas muito antes já se fazia o queijo nas montanhas de Fribourg, na Suíça.

    A letra cursiva esteve presente na história da humanidade desde as primeiras pedras lascadas até a tinta sobre papel.

    Confrontada com os dilemas levantados pelo progresso da biociência e da biotecnologia.

    COMPARTILHAR
    Notícia anteriorEdição 471
    Próxima notíciaEdição 473
    blog comments powered by Disqus