Escudo de Chernobyl

Xavier Huillard, presidente da Vinci, e a estrutura: 30 anos de vida útil

A Ucrânia inaugurou no fim de novembro o novo escudo de confinamento do reator 4 de Chernobyl, destruído há 30 anos no pior acidente nuclear da história. Maior estrutura de metal móvel do mundo, o escudo – construído pela empreiteira francesa Vinci – tem 108 metros de altura (mais alto do que a Estátua da Liberdade, em Nova York) e 36 mil toneladas (o triplo do peso da Torre Eiffel, em Paris). A estrutura, que custou € 1,5 bilhão, recobre o reator inutilizado e o “sarcófago” erguido às pressas pelas autoridades soviéticas na época do acidente para tentar conter a radiação. Segundo os construtores, o tempo de vida estimado para a obra é de 30 anos.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus