Monumento transportado

Tumba de Zeynel Bey: mudança que abre espaço para a hidrelétrica (Foto: iStockphoto)

Se um monumento histórico atrapalha projetos modernos, a opção é removê-los, não importa o custo. Essa ideia explica a decisão do governo turco de levar a tumba de Zeynel Bey, de 1.100 toneladas, para um local a cerca de 2 km do ponto original, no sudeste do país. A mudança, feita em maio, foi motivada pela construção na área de uma hidrelétrica no rio Tigre. Erguida há 550 anos, a tumba removida homenageia o filho de um governante turco morto em uma batalha contra os otomanos há seis séculos. Sua arquitetura é considerada única na Turquia e exemplo da influência centro-asiática na região. O transporte foi feito em uma plataforma sobre rodas, mesmo destino que deverão ter outras oito estruturas históricas da área. Repleta de vilas e sítios históricos, Hasankeyf, região onde estava o monumento, corre o risco de ser inundada com a construção da barragem, mas mesmo assim o governo turco decidiu tocar o projeto em frente.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus