A maneira como você escreve pode revelar indícios de Alzheimer, diz estudo

Escrita pode mostrar sinais. Foto: Pixabay

A inteligência artificial vai poder ajudar a detectar a doença de Alzheimer em breve com base na análise da escrita. Uma equipe da IBM e da Pfizer diz que treinou modelos de inteligência artificial para detectar os primeiros sinais da doença observando padrões linguísticos no uso das palavras.

Os resultados do estudo foram publicados nesta quinta-feira (22) na EClinicalMedicine e, de acordo com os pesquisadores, a ferramenta de triagem não exigiria exames ou varreduras invasivas. Para treinar os modelos de inteligência artificial, os pesquisadores usaram transcrições de respostas escritas à mão dos participantes do estudo.

O modelo de IA foi capaz de detectar alguns sinais precoces de deficiência cognitiva. Eles incluem certos erros de ortografia, palavras repetidas e o uso de frases simplificadas em vez de frases gramaticalmente complexas. A evidência está de acordo com a compreensão dos médicos sobre como a doença pode afetar a linguagem.

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África


COMPARTILHAR