À margem do mundo

Gradualmente, diversos países estão anunciando a data em que os veículos movidos a combustíveis fósseis deixarão de ser vendidos em seus territórios, como Noruega, Alemanha, França, Reino Unido e até Índia.

Gradualmente, diversos países estão anunciando a data em que os veículos movidos a combustíveis fósseis deixarão de ser vendidos em seus territórios. A Noruega, por exemplo, onde 28% da frota já é elétrica, fixou 2025 como o ano limite. Alemanha e Índia estabeleceram 2030, e França e Reino Unido, 2040. Por aqui, a discussão segue a anos-luz de uma medida como essa. A frota brasileira de híbridos e elétricos ainda é minúscula e a legislação sobre esses veículos atrapalha (os impostos são altos), assim como a presença do etanol (a indústria automotiva nacional deseja que os benefícios desse biocombustível sejam levados em consideração nas metas de eficiência energética). Confira a seguir alguns números a respeito da presença dos carros elétricos no planeta.

Leia a reportagem de PLANETA sobre “O mundo sem petróleo”

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago