Abelhas conseguem associar números e símbolos

Habilidades intelectuais das abelhas surpreendem pesquisadores. Foto: Wikimedia

Trabalhadoras incansáveis, as abelhas têm surpreendido os cientistas com sua capacidade intelectual. Já se sabia que elas entendem o conceito de zero e fazem operações matemáticas simples, e agora um estudo publicado na revista “Proceedings of the Royal Society B” acrescenta outra habilidade: esses insetos parecem ser capazes de associar símbolos a números.

A descoberta foi feita pela mesma equipe de pesquisadores franceses e australianos que havia desvendado o detalhe sobre o zero. Usando um labirinto em forma de Y, eles treinaram um grupo de abelhas para ligar corretamente um ícone a um determinado número de elementos – três bananas, por exemplo.

A seguir, os insetos foram testados para se verificar se eles conseguiam associar o mesmo ícone a diferentes elementos apresentados na mesma quantidade – por exemplo, três maçãs ou três rosas.

Outro grupo de abelhas foi treinado no sentido oposto: combinar um determinado número de elementos a um ícone. Todos esses treinamentos tiveram êxito, mas os insetos não souberam fazer a associação oposta à que aprenderam (ícone para número ou número para ícone).

Mesmo assim, a descoberta é notável por ser a primeira vez em se demonstra que animais não vertebrados têm condições de usar seu cérebro.

“Nossos resultados mostram que as abelhas não estão no mesmo nível dos animais que aprendem símbolos como números e realizam tarefas complexas, mas têm implicações para o que sabemos sobre aprendizado, inversão de tarefas e como o cérebro cria conexões e associações entre conceitos”, afirma a pesquisadora Scarlett Howard, do Centro de Pesquisa em Cognição Animal de Toulouse (França) e coautora do estudo.

“Descobrir como tais habilidades numéricas complexas podem ser apreendidas por cérebros em miniatura nos ajudará a entender como o pensamento matemático e cultural evoluiu em humanos e, possivelmente, em outros animais”, ela complementa.