Agricultura sob ameaça

África Subsaariana: prejuízo maior (Foto: Shutterstock)

O relatório Estado da Alimentação e da Agricultura 2016, divulgado em outubro pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), indica que a mudança climática e seu impacto na renda de pequenos agricultores poderão levar à pobreza até 122 milhões de pessoas em 2030. A África Subsaariana sofreria os prejuízos mais pesados. A FAO recomenda “transformações profundas na agricultura e nos sistemas de alimentação e apoio especial para os cerca de 500 milhões de pequenos agricultores do mundo. Segundo o estudo, até 2030 haverá ganhos e perdas na agricultura em função do aquecimento global (uma das vantagens seria poder plantar e colher em áreas mais frias). A partir daí, porém os impactos negativos predominariam.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR