Agrotóxicos: 30% dos ingredientes liberados neste ano no Brasil são proibidos na Europa

Neste ano foram registrados 325 agrotóxicos no Brasil, sendo que 60 deles foram liberados na última semana

O uso de agrotóxicos é um dos obstáculos à sobrevivência dos animais polinizadores, em especial as abelhas (Foto: iStockphotos)

Reportagem da Folha de São Paulo comparou o Brasil com seis dos maiores exportadores de produtos agrícolas do mundo e concluiu que, dos 96 ingredientes ativos que compõe os agrotóxicos liberados no Brasil neste ano, 28 são barrados na União Europeia, 36 na Austrália, 30 na Índia e 18 no Canadá.

O Estados Unidos são o país que mais se aproxima do Brasil, com 93 dos ingredientes liberados ou registrados.

Neste ano foram registrados 325 agrotóxicos no Brasil, sendo que 60 deles foram liberados na última semana.

O acefato, que já foi associado a casos de câncer, problemas reprodutivos e efeitos neurotóxicos, é um exemplo de ingredientes de componentes de agrotóxicos mais vendidos no Brasil que não são permitidos na Europa.

Renato Porto, diretor de autorização e registros sanitários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), disse à reportagem que o Brasil usa agrotóxicos de forma equilibrada e que a população não corre riscos com resíduos nos alimentos, e que a principal preocupação da agência é com os agricultores que entram em contato com as substâncias.

 

COMPARTILHAR