Água poupada

Montadora Ford reduziu em 42,418 milhões de litros o consumo de água potável nos seus processos fabris de 2016 para 2017, e quer eliminar de vez até 2030

Carro da Ford: menos água na produção (Foto: Divulgação)

A montadora Ford tem como meta global eliminar até 2030 o uso de água potável em seus processos fabris. A filial brasileira baixou nos últimos dez anos de 5 m3 para 2,82 m3 o consumo de água potável por veículo produzido, com destaque para a economia obtida na área de pintura. De 2016 para 2017, a queda total foi de 42.418 m3 (42,418 milhões de litros). Entre as ações nesse sentido implementadas em 2017 estão o reúso de água nas torres de resfriamento e nos banheiros, que geraram economia de cerca de 35 milhões de litros de água. O complexo da Ford em São Bernardo (SP) reduziu o consumo de água nos últimos cinco anos em 35,8% – uma economia de 863,7 milhões de litros. Nas fábricas de Taubaté (SP), o uso de água reciclada dos processos industriais ajuda a abastecer um lago na unidade, que alia a qualidade ambiental à função de abrigo para aves migratórias e outras espécies­ que habitam o local.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus