• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Astronomia02/02/2022

‘Anéis de árvore’ revelam detalhes do passado de cratera em Marte

Cratera no norte de Marte: depósitos provavelmente ricos em água e gelo. Crédito: ESA/Roscosmos/CaSSIS, CC BY-SA 3.0 IGO

02/02/22 - 08h48min

A imagem acima pode ser facilmente confundida com um toco de árvore com anéis concêntricos característicos. Na verdade, é uma impressionante visão panorâmica de uma cratera de impacto rica em gelo em Marte. Os anéis das árvores fornecem instantâneos do clima passado da Terra e, embora formados de uma maneira muito diferente, os padrões dentro dessa cratera também revelam detalhes da história do Planeta Vermelho.

A imagem foi tirada pela câmera CaSSIS a bordo do ExoMars Trace Gas Orbiter (TGO), da parceria ESA/Roscosmos, em 13 de junho de 2021, nas vastas planícies setentrionais de Acidalia Planitia, centrada em 51,9°N/326,7°E.

O interior da cratera está cheio de depósitos que provavelmente são ricos em água e gelo. Pensa-se que esses depósitos foram acumulados durante um período anterior na história de Marte, quando a inclinação do eixo de rotação do planeta permitiu a formação de depósitos de gelo de água em latitudes mais baixas do que hoje. Assim como na Terra, a inclinação de Marte dá origem às estações, mas, ao contrário da Terra, a inclinação marciana mudou drasticamente ao longo de longos períodos de tempo.

Fraturas

Uma das características notáveis ​​nos depósitos de crateras é a presença de padrões de fraturas quase circulares e poligonais. Essas características são provavelmente resultado de mudanças sazonais na temperatura que causam ciclos de expansão e contração do material rico em gelo, levando ao desenvolvimento de fraturas.

Compreender a história da água em Marte e se isso permitiu que a vida florescesse está no centro das missões ExoMars da ESA. A sonda TGO chegou a Marte em 2016 e iniciou sua missão científica completa em 2018.

A espaçonave não está apenas enviando imagens espetaculares, mas também fornecendo o melhor inventário de gases atmosféricos do planeta, com ênfase particular em gases geologicamente e biologicamente importantes, e mapeando o superfície do planeta para locais ricos em água. Ela também fornecerá serviços de retransmissão de dados para a segunda missão ExoMars, compreendendo o rover Rosalind Franklin e a plataforma Kazachok, quando chegar a Marte em 2023. O rover explorará uma região de Marte que se acredita ter hospedado um oceano antigo e pesquisará o subsolo em busca de sinais de vida.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

Acidalia Planitia