Anticorpo usado para tratar artrite reduz mortes por covid-19

Em ensaio clínico, medicamento diminuiu em 50% a mortalidade de pacientes da doença que estavam entubados

Remédios contra covid-19: relação aumenta lentamente. Crédito: Bicanski/Pixnio

Um ensaio clínico coordenado por pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, identificou um segundo medicamento capaz de reduzir a mortalidade de pessoas com quadro grave de covid-19. É o anticorpo monoclonal tocilizumab, produzido pela farmacêutica suíça Roche para tratar artrite.

No estudo Recovery, o medicamento foi dado a 2.022 pessoas com gravidade variada de covid-19 e comparado com o tratamento convencional, oferecido a 2.094 participantes. A taxa de mortalidade foi de 29% no primeiro grupo e de 33% no segundo, uma redução de quatro pontos percentuais ou 12%, segundo artigo ainda não revisado por pares (medRxiv, 11 de fevereiro).

Associado ao corticoide dexametazona, o primeiro medicamento de eficácia confirmada contra a doença, o tocilizumab diminuiu em um terço a mortalidade de pessoas que recebiam oxigênio por cânula ou máscara e em 50% a de pacientes entubados.

* Este artigo foi republicado do site Revista Pesquisa Fapesp sob uma licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o artigo original aqui.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua