Anticorpos contra outros coronavírus podem reconhecer o SARS-CoV-2

Pesquisa britânica revelou que uma parcela das pessoas que não contraíram o vírus da covid-19 tem anticorpos que o reconhecem e combatem

Linfócito B, produtor de anticorpos. Crédito: Niaid

Anticorpos criados pelo organismo contra outras variedades de coronavírus são capazes, em alguns casos, de reconhecer também o SARS-CoV-2 e conferir algum grau de proteção a quem ainda não contraiu o patógeno da covid-19.

Sob a coordenação do imunologista George Kassiotis, do Imperial College em Londres, pesquisadores no Reino Unido analisaram 302 amostras de sangue colhidas antes do início da pandemia e no momento em que o novo coronavírus começou sua marcha global.

Quase todas as amostras continham anticorpos contra os coronavírus causadores de resfriados comuns. Isso era esperado, uma vez que a maioria das pessoas já foi exposta a esses vírus em algum momento da vida. No entanto, cerca de 5% dos participantes adultos não infectados com o SARS-CoV-2 tinham anticorpos que reconheciam também o novo coronavírus.

O mesmo aconteceu com mais de 60% dos participantes não infectados com idades entre 6 e 16 anos, faixa etária em que a produção de anticorpos contra os coronavírus sazonais costuma ser mais intensa (“Science”, 6 de novembro).

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança