• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Geral04/08/2022

Após explosões, incêndio atinge floresta em Berlim

Deutsche Welle
Texto por:Deutsche Welle04/08/22 - 14h48min

Bombeiros levaram horas para iniciar combate ao fogo em Grunewald, uma extensa área verde na capital alemã. Incêndio começou após detonações em depósito de munições usado para armazenar velhas bombas da Segunda Guerra.Um incêndio de grandes proporções atinge Grunewald, uma vasta área florestal localizada na região oeste de Berlim. O fogo teria começado devido a uma explosão em um depósito de munições da polícia, mas as causas concretas para o alastramento das chamas, nesta quinta-feira (04/08), ainda não estão claras.

Novas explosões teriam ajudado a espalhar ainda mais as chamas e dificultado o trabalho dos bombeiros, que precisaram esperar horas até que fosse possível iniciar as tentativas de controle do fogo. Embora haja a possibilidade de que o incêndio tenha começado a partir de pequenos focos, moradores da região e integrantes de serviços de emergência disseram ter ouvido fortes estampidos.

Pelo menos 25 toneladas de munições e 20 grandes bombas desarmadas da Segunda Guerra Mundial estão armazenadas no local da explosão, segundo a polícia local.

Sabe-se que pelo menos um contêiner com pirotecnia e uma grande bomba estão contribuindo para o incêndio, disse. Todas as grandes bombas no local estão sem detonadores. No entanto, o TNT que contém é inflamável a 120 graus.

Os focos se alastraram de maneira incontrolável por uma área de cerca de 1,5 hectare – ou 15 mil metros quadrados, o que corresponde a quase dois campos de futebol. A floresta Grunewald tem mais de 3 mil hectares e é um dos maiores espaços verdes de Berlim, com uma área que começa no extremo oeste da cidade e se estende até a vizinha Potsdam.

Conforme Thomas Kirstein, porta-voz do Corpo de Bombeiros, as tentativas de extinguir o fogo ocorrem principalmente em dois locais da floresta. Um robô da Bundeswehr (as Forças Armadas da Alemanha), um helicóptero da polícia e um drone para gravar imagens são usados para avaliar constantemente a situação.

No entanto, segundo o porta-voz, os helicópteros de combate a incêndios não estão disponíveis neste momento em Berlim, uma vez que foram deslocados para combater o fogo em uma cadeia de montanhas no estado da Saxônia, no leste da Alemanha.

Devido às explosões, detritos foram arremessados no ar, o que tornou a situação ainda mais perigosa e dificultou o início do trabalho dos bombeiros, que só podiam se aproximar das chamas a uma distância de um quilômetro.

"A situação é perigosa", disse Kirstein aos repórteres, instando que os residentes se mantenham afastados da floresta.

Ao menos até o momento, casas e prédios residenciais localizados nas proximidades de Grunewald não estão ameaçados pelo fogo. Mas os bombeiros alertam que o incêndio ainda pode se alastrar devido à seca e ao calor que faz na capital alemã – a previsão é de temperaturas acima dos 35 ºC nesta quinta-feira.

"A floresta está seca", lamentou sucintamente o porta-voz do Departamento de Meio Ambiente, Mobilidade, Defesa do Consumidor e Proteção Climática do Senado de Berlim, Jan Thomsen.

Causas do incêndio ainda serão investigadas

O local onde o incêndio ocorre é utilizado desde a década de 50 para armazenar munições e armas apreendidas pela polícia de Berlim, bem como para explosões controladas de antigas bombas da Segunda Guerra Mundial. Por isso, um porta-voz da polícia afirmou que as causas reais do incidente ainda devem ser investigadas, pois não está claro como o fogo se alastrou.

O certo é que os moradores da região relataram ter ouvido estrondos a quilômetros de distância.

Questionado sobre a necessidade de se manter um local destinado a explosões controladas em meio a uma floresta, Thomsen afirmou que "questões de segurança" serão tratadas "quando a causa do incêndio for esclarecida".

Transporte afetado

A Deutsche Bahn, empresa que opera o transporte ferroviário em nível nacional na Alemanha, disse que o incêndio tem afetado diretamente tanto o tráfego local quanto o de longa distância.

Partes de ruas e rodovias próximas estão fechadas em ambos os sentidos, de acordo com as autoridades de trânsito locais. E assim podem permanecer pelo menos durante esta quinta-feira.

À tarde, a prefeita de Berlim, Franziska Giffey (SPD), retornou imediatamente de suas férias para acompanhar a situação e o trabalho do Corpo de Bombeiros na capital alemã.

gb (dpa, epd, AFP, Reuters, ots)

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África