Arqueólogos encontram estaleiro naufragado de cerca de 8 mil anos

Arqueólogos encontram embarcação naufragada de cerca de 8 mil anos / Foto: MARITIME ARCHAEOLOGICAL TRUST

Destroços de um estaleiro descoberto por arqueólogos em 2005 na costa sul da Inglaterra, em um local próximo à Ilha de Wight, foram analisados pela organização Maritime Archaeological Trust.

A princípio, pesquisadores acreditaram que a estrutura de madeira, achada a quase 11 quilômetros de profundidade e datada de 8 mil anos atrás, era algum tipo de plataforma ou passarela.

LEIA TAMBÉM: Produtora revela imagens de como o Titanic está desaparecendo no fundo do mar

Mas novas análises, e a produção de um modelo em 3D, apontaram que aquela estrutura era condizente com um estaleiro. Acredita-se que seja a “oficina” de construção de barcos mais antigas da história. Os pesquisadores também encontraram ferramentas no local.

Um comunicado divulgado pela Maritime Archaeological Trust afirma que achava-se que as técnicas de construção observadas no estaleiro teriam sido desenvolvidas mais recentemente, como trabalhos elaborados em madeira. “A descoberta mostra o valor da arqueologia marinha para entender o desenvolvimento da civilização, disse Garry Momber, diretor da instituição.

Há oito mil anos, na Idade da Pedra, o Mar do Norte ainda não tinha se formado, então a Ilha de Wight ainda estava conectada ao continente europeu.