As cores impressionantes da Galáxia Perdida

Com aparência fantasmagórica quando vista com telescópios menores, a galáxia NGC 4535 se mostra esplendorosa nesta foto do telescópio espacial Hubble

Galáxia NGC 4535: cores deslumbrantes. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, J. Lee e equipe PHANGS-HST

Localizada na constelação de Virgem, a cerca de 50 milhões de anos-luz da Terra, a galáxia NGC 4535 é realmente um espetáculo impressionante de se ver. Apesar da incrível qualidade desta imagem, obtida com o telescópio espacial Hubble, da Nasa/ESA, a NGC 4535 tem uma aparência nebulosa, um tanto fantasmagórica, quando vista através de um telescópio menor. Isso levou o astrônomo amador Leland S. Copeland a apelidar a NGC 4535 de “Galáxia Perdida” na década de 1950.

As cores brilhantes nesta imagem não são apenas bonitas de se olhar. Na verdade, elas nos falam sobre a população de estrelas dentro dessa galáxia espiral barrada. As cores azuis brilhantes, vistas aninhadas entre os longos braços espirais da NGC 4535, indicam a presença de um número maior de estrelas mais jovens e mais quentes. Em contraste, os tons mais amarelos da protuberância dessa galáxia sugerem que sua área central é o lar de estrelas mais velhas e frias.

A galáxia NGC 4535 foi estudada como parte da pesquisa PHANGS. Essa iniciativa visa esclarecer muitas das ligações entre nuvens de gás frio, formação de estrelas e a forma geral e outras propriedades das galáxias. Em 11 de janeiro de 2021, o primeiro lançamento da Coleção PHANGS-HST foi disponibilizado ao público.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança