Astronauta cultiva rabanete no espaço

Atividade é parte do experimento Plant Habitat-02, dedicado à produção de alimentos frescos em viagens espaciais de longa duração

Hopkins e seus rabanetes: experiência com o pano de fundo das futuras viagens espaciais de longa duração. Crédito: Nasa

O astronauta da Nasa Michael Hopkins aparece na foto cuidando de plantas de rabanete para o experimento Plant Habitat-02. Essa iniciativa avalia o crescimento das plantas, bem como sua nutrição e sabor.

Nas últimas duas semanas de 2020, os membros da tripulação a bordo da Estação Espacial Internacional (EEI, ou ISS na sigla em inglês) conduziram dezenas de investigações científicas, incluindo estudos de como as plantas crescem em microgravidade, regeneração de tecidos, percepção do tempo, mudanças na expressão gênica do tecido cardíaco e um possível método para remover detritos do espaço.

Os astronautas estão aprendendo a cultivar alimentos frescos no espaço. Em missões de longa duração, como a Lua e Marte, os astronautas terão de cultivar alimentos nutritivos para complementar o que podem trazer da Terra. O Plant Habitat-02 examina como as plantas de rabanete (Raphanus sativus) crescem na estação espacial em diferentes tipos de luz e solos, parte dos esforços contínuos para produzir alimentos no espaço. Essa planta modelo é nutritiva, tem um tempo de cultivo curto e é geneticamente semelhante à Arabidopsis, planta frequentemente estudada na microgravidade.

Além de ajudar a otimizar o crescimento das plantas no espaço, essa pesquisa avalia a nutrição e o sabor das plantas. Os membros da tripulação coletaram amostras de folhas durante essas semanas para análise e degustação.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança