Calendários astronômico inca é achado a 4.200 metros de altitude

Pesquisadores acharam no deserto de Atacama (Chile) quatro “saywas”, ou calendários de pedra, estruturas usadas pelos incas para identificar e prever eventos astronômicos

Calendário de pedra incaico: também erguido nos desertos (Foto: Armin Silber)

Pesquisadores acharam no deserto de Atacama (Chile), a 4.200 metros de altitude, quatro “saywas”, ou calendários de pedra, estruturas usadas pelos incas para identificar e prever eventos astronômicos.

Com cerca de 1,2 metro de altura, as saywas foram descobertas entre março e junho de 2017 por cientistas do Museu de Arte Pré-Colombiana e astrônomos do Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array (Alma), a 4.200 metros de altitude.

As estruturas estavam alinhadas com o ponto de saída do sol no equinócio de outono e no solstício de inverno. Após um ano de análise, concluiu-se que elas são marcadores astronômicos, estão alinhadas com datas relevantes do calendário inca e não ficavam apenas em grandes cidades dessa civilização, como se pensava até hoje.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua