Bacalhau em recuperação

Em tempos difíceis para a ecologia planetária, a Marine Conservation Society (MCS), principal organização dedicada à proteção dos mares do Reino Unido, deu uma boa notícia em relação ao bacalhau do Mar do Norte. Após 20 anos de sobrepesca, que quase levaram a população da espécie ao colapso, e da imposição de um rígido controle de captura a partir de 2006, a entidade retirou em setembro o bacalhau da sua lista vermelha de peixes cujo consumo deve ser evitado. Mas ela adverte: o bacalhau foi apenas passado para a categoria âmbar, que engloba peixes que podem ser comidos ocasionalmente, e sua população talvez nunca se recupere dos efeitos da sobrepesca. A crise do bacalhau do Mar do Norte teve origem principalmente na ação de pescadores noruegueses, dinamarqueses e britânicos, de acordo com a entidade de proteção ambiental dos mares Oceana. (Confira outras informações a respeito do atual estado da biodiversidade marinha no especial sobre mar iniciado AQUI)

1PL515_VOLTA17

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


COMPARTILHAR