Bacardi desenvolve garrafa 100% biodegradável

Embalagem se decompõe em 18 meses e não deixa resíduos nocivos ao meio ambiente; iniciativa irá eliminar, pelo menos, 3 mil toneladas de plástico produzidas anualmente

Novas garrafas da Bacardi: material 100% biodegradável. Crédito: Divulgação

A Bacardi, maior empresa familiar de bebidas alcoólicas do mundo, avança na luta contra a mudança climática e a poluição plástica ao revelar planos de, até 2023, disponibilizar uma garrafa de bebidas alcoólicas sustentável. O novo material, 100% biodegradável, substituirá 80 milhões de garrafas plásticas produzidas pela companhia a cada ano. Além de lançar a nova embalagem de biopolímero, a empresa também se comprometeu a eliminar todo o plástico não essencial e de uso único, incluindo materiais para caixas de presente e pontos de venda, nos próximos três anos.

Essa mudança é possível graças à colaboração com a Danimer Scientific, líder no desenvolvimento e fabricação de produtos biodegradáveis. Os plásticos à base de petróleo utilizados hoje pela Bacardi serão substituídos pelo Nodax PHA, um biopolímero derivado dos óleos naturais de sementes como palma, canola e soja. Quando comparada com uma garrafa plástica regular, que leva mais de 400 anos para se decompor, a nova garrafa produzida com Nodax PHA se desfaz em até 18 meses sem deixar resíduos nocivos ao ambiente.

“Nodax PHA é um dos materiais ecológicos mais promissores do mundo atualmente, porque proporciona a biodegradabilidade que os consumidores exigem sem interferir na sensação de qualidade que recebem do plástico tradicional”, afirma Scott Tuten, diretor de Marketing e Sustentabilidade da Danimer Scientific. “O material fornece o melhor de dois mundos e estamos ansiosos para trabalhar com a Bacardi e incorporar o PHA em suas embalagens.”

LEIA TAMBÉM:

Material versátil

Graças à versatilidade desse novo material, a Bacardi também vai resolver um dos problemas mais antigos da indústria de bebidas: o revestimento plástico das tampas de garrafas. “Pode parecer pequeno”, diz Jean-Marc Lambert, vice-presidente sênior de Operações Globais da Bacardi, “mas acrescente isso a cada garrafa produzida globalmente e estamos falando de muitas toneladas de plástico todos os dias”.

Além da embalagem biodegradável, a Bacardi também está desenvolvendo uma garrafa de papel de fonte sustentável. Ao integrar o polímero Nodax PHA, essa solução alternativa terá credenciais ambientais igualmente fortes, garantindo que a qualidade e o sabor da bebida em uma garrafa de papel sejam tão excepcionais quanto na feita de vidro. “Quando estabelecemos o objetivo de sermos 100% livres de plástico até 2030, sabíamos que seriam necessários avanços revolucionários no design de embalagens para torná-lo possível, e é exatamente isso que está acontecendo a partir da parceria com a Danimer”, reforça Lambert.

O rum Bacardí será a primeira bebida da marca disponível na nova embalagem, antes que o material vegetal substitua o plástico de uso único de todas as marcas e rótulos da companhia. “Uma vez resolvido o problema, compartilharemos a solução para que toda a indústria a utilize”, acrescenta Lambert. “Não se trata de vantagem competitiva, mas sim de fazer a coisa certa para o planeta.”

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança