Base militar secreta dos EUA está ressurgindo com derretimento do gelo na Groenlândia

Preocupação maior é com as toneladas de sucata, resíduos de óleos e resíduos radioativos do reator nuclear, que estão afundando

base militar secreta
Base militar americana secreta está ressurgindo com o derretimento do gelo na Groenlândia / Foto: Forças Armadas dos EUA

Uma base militar norte-americana, abandonada na Guerra Fria e que ficou totalmente coberta de gelo na Groenlândia está lentamente voltando à superfície com o derretimento de gelo na região.

Segundo informações do canal dinamarquês TV2, de acordo com um relatório publicado por cientistas dinamarqueses, eventualmente a base, conhecida como Camp Century, poderia cair no mar. Mas, como ela ainda está a 100 km da borda da calota polar, levaria muitos anos até a estrutura chegar a um ponto crítico.

Camp Century foi construída na Groenlândia nos anos 1950 como uma estação de pesquisa. Mas, décadas depois, foi revelado que a instalação era, na verdade, uma base militar abastecida pelo primeiro reator nuclear móvel do mundo.

A ideia era que a estrutura servisse de base de lançamento de mísseis contra a União Soviética em caso de guerra.

Segundo reportagem da BBC, objeções da Dinamarca, que na época governava a Groenlândia, fizeram com que os Estados Unidos abandonassem a base em 1966, confiantes de que o gelo cobriria tudo.

Há dois anos, uma expedição do Serviço Geológico da Dinamarca e Groenlândia (GEUS) percorreu a calota de gelo e localizou 9,2 mil toneladas de sucata e resíduos de óleos, que representam um risco ambiental, além dos resíduos radioativos do reator nuclear, que estão afundando.

Hoje independente, o governo da Groenlândia indicou que espera que a Dinamarca e os EUA assumam a responsabilidade de “limpar a sujeira” quando a base emergir.

 

blog comments powered by Disqus