Beleza influencia no trabalho – mas há um truque para nivelar isso

“Pose de poder” iguala nível de comunicação não verbal de pessoas comuns ao que aquelas mais atraentes exibem naturalmente

Boa aparência ajuda, mas uma postura que denota poder também causa efeito parecido na comunicação não verbal. Crédito: Pikrepo

Pessoas bonitas têm mais probabilidade de ser contratadas, receber melhores avaliações de desempenho e ganhar mais – mas não é apenas por causa de sua boa aparência, de acordo com uma nova pesquisa da Escola de Administração da Universidade de Buffalo (EUA).

O estudo, a ser publicado na revista Personnel Psychology, foi divulgado recentemente online. Ele descobriu que, embora exista um “prêmio de beleza” entre as profissões, isso se deve parcialmente ao fato de pessoas atraentes desenvolverem características distintas como resultado de como o mundo reage à sua atratividade. Eles constroem um senso de poder maior e têm mais oportunidades de melhorar as habilidades de comunicação não verbal ao longo de suas vidas.

“Queríamos examinar se há uma tendência geral para a beleza no trabalho ou se pessoas atraentes se destacam profissionalmente porque são comunicadoras mais eficazes”, disse a drª Min-Hsuan, professora assistente de organização e recursos humanos na Escola de Administração da Universidade de Buffalo. “O que descobrimos foi que, embora pessoas de boa aparência tenham um maior senso de poder e sejam melhores na comunicação não verbal, seus pares menos atraentes podem nivelar o campo durante o processo de contratação, adotando uma postura poderosa.”

Presença não verbal

Os pesquisadores realizaram dois estudos que avaliaram 300 discursos de elevador de participantes em uma simulação de busca de emprego. No primeiro estudo, os gerentes determinaram que as pessoas bonitas eram mais atraentes por causa de sua presença não verbal mais eficaz.

No segundo estudo, os pesquisadores pediram a certos participantes que fizessem uma “pose de poder” ficando em pé com os pés na largura dos ombros, as mãos nos quadris, o peito para fora e o queixo para cima durante essa postura. Usando essa técnica, as pessoas menos atraentes conseguiram se igualar ao nível de presença não verbal ao que suas contrapartes mais atraentes exibiam naturalmente.

“Ao adotarem posturas físicas associadas a sentimentos de poder e confiança, pessoas menos atraentes podem minimizar diferenças de comportamento na procura de emprego”, disse Tu. “Mas a pose de poder não é a única solução – qualquer coisa que possa fazer você se sentir mais poderoso, como concentrar-se em um pensamento automotivacional, visualizar-se tendo sucesso ou refletir sobre realizações anteriores antes de uma situação de avaliação social também pode ajudar.”

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago