Beleza realista

Mais vendida boneca do mundo, a ultralongilínea e magérrima Barbie é criticada há muito tempo por representar um tipo de beleza insalubre e inexistente no mundo real. A americana Mattel, fabricante do brinquedo, mantinha o mesmo modelo básico desde 1959, mas enfim reviu seus conceitos e, em janeiro, apresentou uma nova linha de Barbies, a Fashionista 2016, que reflete uma “visão mais ampla” de beleza. A linha apresenta três novos tipos – delicada, curvilínea e alta –, sete tons de pele e 24 penteados diferentes, de modo a representar corpos mais saudáveis e associados a mulheres de carne e osso. A concessão ao realismo pode ajudar nas vendas globais, que despencaram 14% no terceiro trimestre de 2015.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


COMPARTILHAR