Boticário terá 100% de seus itens de perfumaria feitos com EcoÁlcool

Obtido por processo mais sustentável do que o álcool tradicional, EcoÁlcool aproveita até o bagaço da cana-de-açúcar; grupo é pioneiro no seu uso na indústria de beleza

EcoÁlcool: agora 100% presente nos itens de perfumaria do Boticário. Crédito: Grupo Boticário

A partir deste ano, o Grupo Boticário terá 100% das suas linhas de fragrâncias produzidas com EcoÁlcool. Como parte da meta da companhia em tornar sua produção cada vez mais sustentável, a empresa tem trabalhado em inovações tecnológicas capazes de traduzir em seus produtos esse compromisso com um crescimento ecologicamente responsável. E desde 25 de janeiro todos os novos itens de perfumaria já passaram a conter o EcoÁlcool na sua fórmula.

Fabricado da cana-de-açúcar, assim como o álcool, o EcoÁlcool é feito a partir do bagaço da cana e outros resíduos de biomassa, que antes eram queimados ou descartados. Esse processo também garante a redução na pegada de carbono em mais de 30% em relação ao álcool tradicional. A tecnologia para essa produção foi desenvolvida pela Raízen.

Alternativa para combustíveis em automóveis, o EcoÁlcool agora tem na indústria de cosméticos o Grupo Boticário como pioneiro dessa prática no Brasil. Em 2019, a empresa já havia anunciado que a linha Nativa SPA de O Boticário seria a primeira a usar o EcoÁlcool na sua composição. Agora, estende o compromisso para todo o catálogo de produtos de perfumaria das suas marcas. Com o EcoÁlcool, outra vantagem ambiental obtida é a diminuição da necessidade de plantar cana para aumentar a produção. Assim, obtém-se um uso mais eficiente da terra e maior produção com mesma área plantada.

Compromisso ampliado

“O Grupo Boticário já era pioneiro em utilizar o EcoÁlcool em cosméticos no Brasil e agora amplia esse compromisso sustentável para todas as suas fragrâncias. Agora ampliamos o aproveitamento de forma integral da cana-de-açúcar, em um processo mais tecnológico e ecologicamente correto”, afirma Rafael Müller, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Boticário.

De acordo com Francis Vernon Queen, VP de Etanol, Açúcar e Bioenergia da Raízen, alinhada aos compromissos ambientais, a companhia investirá continuamente em produtos renováveis com objetivo de mitigar os impactos das mudanças climáticas. “A valorização de fontes sustentáveis é uma resposta possível a uma necessidade mundial por transformação nos mais diversos setores. Nesse ponto, nossa atuação busca somar esforços com parceiros na oferta de soluções renováveis para os consumidores. O objetivo é, sobretudo, fazer com que os insumos utilizados em nossa produção promovam a redução de emissões nas operações e, ao mesmo tempo, assegurar um impacto positivo desses produtos na sociedade”, conclui.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago