Camadas polares de Marte lembram fatias de bolo

Foto de sonda da Nasa mostra área do polo norte do Planeta Vermelho em que camadas com partículas de água-gelo e poeira são cobertas com “glacê” de geada de CO2

Depósitos em camadas do polo norte marciano: enorme semelhança com camadas de bolo. Crédito: Nasa/JPL-Caltech/Universidade do Arizona

A calota de gelo marciana é como um bolo com cada camada contando uma história. Nesse caso, a história é de mudança climática em Marte.

Essa imagem de uma seção exposta dos depósitos em camadas do polo norte (NPLD, na sigla em inglês) se parece muito com uma deliciosa fatia de tiramisu (a conhecida sobremesa italiana feita com queijo mascarpone) em camadas. O NPLD é constituído por partículas de água-gelo e poeira empilhadas umas sobre as outras. No entanto, em vez de glacê, as camadas são cobertas com geada sazonal de dióxido de carbono, vista aqui como geada persistente aderindo a uma das camadas.

Os recursos de alta resolução e cores da câmera HiRISE da sonda Mars Reconnaissance Orbiter fornecem detalhes sobre as variações nas camadas. Os cientistas também estão usando dados de radar, que nos mostram que elas têm continuidade no subsolo.

LEIA TAMBÉM: As intrigantes dunas escuras em cratera de Marte

Durante a deposição, essas camadas complexas podem encapsular pequenas bolsas de ar da atmosfera. O estudo de amostras delas permitiria entender suas ligações com climas anteriores do Planeta Vermelho.