Estudo indica quem são os candidatos à psicose

Fatores ambientais são mais determinantes do que os genéticos para a ocorrência de distúrbios mentais como esquizofrenia, transtorno bipolar e depressão

Homens jovens, minorias étnicas e moradores de áreas com baixos indicadores socioeconômicos têm maior tendência a manifestar o primeiro episódio de distúrbios mentais como esquizofrenia, transtorno bipolar e depressão, afirma uma equipe internacional que inclui cientistas da Medicina da USP.

+ Três minutos de risada por dia equivalem a dez minutos de remo
+ Minúsculas “pontes” ajudam as partículas a se unir
+ Dunas de areia “se comunicam” entre si

Eles identificaram pacientes que tiveram a primeira ocorrência psicótica em 17 centros urbanos e rurais dos seis países participantes.

Das 2.774 pessoas nessas condições, 1.578 eram homens e 1.196 mulheres, com 30 anos em média. Houve uma variação grande na incidência entre os centros – a cada grupo de 100 mil habitantes, ela foi de 6 novos casos em Santiago (Espanha), 21 em Ribeirão Preto e 46 em Paris.

Os fatores determinantes para os problemas são mais ambientais do que genéticos, indica o estudo, publicado em janeiro na revista JAMA Psychiatry.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago