Cápsula da SpaceX chega à Estação Espacial Internacional

Cápsula Dragon levou quatro astronautas, que vão passar seis meses na estação

Interior da cápsula Dragon: veículo da SpaceX para levar astronautas até a EEI. Crédito: Nasa

A Nasa, a agência espacial norte-americana, anunciou hoje (17) que a cápsula Dragon, da SpaceX, com quatro astronautas a bordo, chegou à Estação Espacial Internacional (EEI, ou ISS, em inglês).

A primeira fase da acoplagem foi concluída à 1h01 (horário de Brasília), de acordo com imagens divulgadas pela Nasa. A segunda fase terminou minutos depois.

Chamada de Resilience, a cápsula foi lançada às 19h27 de domingo (21h27 em Brasília), a partir do Centro Espacial Kennedy, na Florida (sudeste dos Estados Unidos), por um foguete Falcon 9, da companhia do empresário Elon Musk SpaceX, o novo meio de transporte espacial da Nasa, após nove anos de dependência da Rússia.

LEIA TAMBÉM:

Novos voos com tripulação

Em entrevista coletiva, o chefe da Nasa, Jim Bridenstine, comemorou. “É um grande dia para os Estados Unidos e para o Japão”, declarou, numa referência aos quatro astronautas a bordo da cápsula: três norte-americanos, Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker, e um japonês, Soichi Noguchi. Eles vão se juntar a dois russos e a uma norte-americana, que já estão na estação. Os quatro ficarão seis meses no laboratório orbital, 400 quilômetros acima da Terra.

O primeiro voo operacional ocorre após a missão de demonstração, realizada entre maio e agosto, durante a qual dois astronautas norte-americanos foram transportados para a estação e de volta à Terra sem problemas pela SpaceX.

A cápsula Dragon é o segundo aparelho atualmente capaz de viajar para a Estação Internacional. O primeiro foi a Soyuz russa, que desde 2011 tem transportado todos os residentes da estação.

A SpaceX deve lançar mais dois voos com tripulação em 2021 para a Nasa, incluindo um com o europeu Thomas Pesquet. Também enviará quatro missões de abastecimento nos próximos 15 meses.

 

*Com informações da RTP.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança