Cartas

Santuário de Lourdes

Gostei muito da reportagem sobre Lourdes, “Viagem ao Mistério da Fé”, publicada no último número da revista. Convido os leitores a visitarem meu site (www.paginas.terra.com.br/educacao/homevania), no qual encontrarão pesquisas sobre angelologia e sobre o Diário de Padre Reus.

E. Reinberg, e-mail: ereinberg@terra.com.br.

Um comentário à reportagem sobre Lourdes: para bom entendedor, “aparições” não existem! Se fossem aparições, todo mundo poderia ver! São visões, que até podem ser providenciais!

Luiz Roberto Turatti, e-mail: luiz.turatti@itelefonica.com.br.

União do Vegetal

Sou assíduo leitor de PLANETA e tenho em meus arquivos uma matéria que trata a respeito da ayahuasca (hoasca) e aborda o contexto urbano do seu uso. Nos dias 9, 10 e 11 de maio foram realizados o 4o Congresso da União do Vegetal e o 2o Congresso Internacional da Hoasca na capital federal. Gostaria de saber se a revista trará uma matéria que nos esclareça ainda mais sobre a contextualização e uso religioso desse chá.

Claybe Pereira, e-mail: claybom_geo@yahoo.com.br.

Nota da Redação: Obrigado pela sugestão, Claybe. Vamos pensar numa matéria atualizada sobre essas religiões baseadas na ingestão de substâncias vegetais.

Fogo sagrado

Li, no número passado da revista PLANETA (edição nº 428), a entrevista com Bruce Lipton (logo mais eu vou comprar o livro dele). Me chamou a atenção o termo que ele usa no final da entrevista, quando diz que existem três maneiras de se mudar velhas crenças: meditação budista, hipnoterapia e a “psicologia da energia”. Creio que essa é uma nova forma de terapia, que vem crescendo e se desenvolvendo, especialmente a partir das tradições xamânicas.

Talvez uma das grandes contribuições que o atual renascimento do xamanismo venha trazendo seja o desenvolvimento de uma nova forma mais otimizada de terapia, de acesso ao inconsciente, fundamentada na utilização do sexto sentido (mediunidade, paranormalidade e percepção extra-sensorial). Trabalho com uma dessas formas de “psicologia da energia”, baseada no xamanismo, e convido os leitores a visitarem o nosso site (www.fogosagrado.net) para conhecer essa abordagem terapêutica.

Ernani Fornari, e-mail: ernanifornari@espasaude.com.br.

Doris Lessing

Impressionante a expressão de compaixão no rosto da escritora Doris Lessing na foto que ilustra seu artigo “Como não ganhar o Prêmio Nobel”, publicado na edição nº 428 de PLANETA, . Quando li o texto, foi difícil conter a emoção. Ah, se todos escrevessem como essa mulher! Não à toa ela ganhou o Nobel de Literatura. Que força ela tem quando, no artigo, diz que “somos os campeões da ironia e do cinismo”, e quando fala “daquela pobre mulher africana que caminha na poeira sonhando em poder educar seus filhos, cremos ser melhores do que ela – nós, empanturrados de comida, com nossos armários repletos de roupas, nós que sufocamos sob o peso do supérfluo?” Isso é que se chama lucidez. Aproveito para sugerir à direção de PLANETA que publique mais depoimentos tocantes de grandes escritores e pensadores, como esse de Doris Lessing.

Filocádia do Amaral Peixoto, Rio de Janeiro, RJ, por fax.

Sistema Solar

Comprei na banca um exemplar da PLANETA nº 428, com aquela linda capa sobre o Sistema Solar. E ganhei um duplo presente: conheci uma revista muito interessante e resolvi o problema do trabalho de finalização de semestre escolar do meu filho, que era justamente sobre… o Sistema Solar! Estou assinando a revista, e espero que os próximos números tragam grandes reportagens como essa. Parabéns.

Célia Amaral Furtado, Goiânia, GO, e-mail: camarafurtado@yahoo.com.

COMPARTILHAR