Chineses encontram substância misteriosa no lado oculto da Lua

Material semelhante a gel poderia ser vidro derretido criado após um choque com meteoro

Paisagem lunar onde o Yutu-2 encontrou a misteriosa substância. Foto: China Lunar Exploration Project

O veículo espacial Yutu-2, lançado como parte da missão Chang’e 4 da China para explorar a face oculta da Lua, encontrou uma misteriosa substância semelhante a um gel em uma cratera. A informação foi divulgada no site Space.com.

Segundo a matéria, a descoberta foi feita durante explorações realizadas no dia lunar 8, iniciado em 25 de julho. (Cada dia lunar dura duas semanas terrestres.) Movido a energia solar, o Yutu-2 realiza observações científicas, mede a radiação e examina os arredores de onde está.

Três dias após o dia 8, um membro da equipe Chang’e 4 que revisava as imagens tiradas pelo veículo notou, em uma pequena cratera, um material estranhamente colorido, diferente do solo cinza ao seu redor. Então, a equipe enviou o Yutu-2 rumo à cratera para investigar o caso. Quando o veículo chegou lá, a equipe acionou o espectrômetro (dispositivo capaz de avaliar a composição dos materiais) na direção da substância.

LEIA TAMBÉM: Massa misteriosa é encontrada sob cratera no lado oculto da Lua

Os chineses não entraram em detalhes sobre o que seria o material e não compartilharam imagens dele. Compartilharam apenas uma imagem do veículo espacial rumo à cratera para investigar o mistério.

Vidro derretido

Segundo pesquisadores, a substância estranha pode ser vidro derretido, criado após um choque de meteoro.

Essa não foi a primeira surpresa colorida em solo lunar. Durante a missão da Apollo 17, em 1972, o astronauta e geólogo Harrison Schmitt deparou com um solo alaranjado no local do pouso. Geólogos lunares concluíram posteriormente que esse solo fora criado durante uma erupção vulcânica 3,64 bilhões de anos atrás.

Lançada no início de dezembro de 2018, a Chang’e 4 pousou na Lua em 3 de janeiro. O Yutu-2 está agora em seu nono dia lunar, iniciado em 25 de agosto.