Christina Koch, a nova astronauta recordista

É dela agora o voo espacial mais longo realizado por uma mulher: 328 dias em órbita

Christina Koch já fora da Soyuz MS-13 experiência importante para voos espaciais de longa duração. Crédito: Nasa/Bill Ingalls

A astronauta da Nasa Christina Koch é vista na foto acima do lado de fora da espaçonave Soyuz MS-13 depois que ela, o cosmonauta da Roscosmos (a agência espacial russa) Alexander Skvortsov e o astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA) Luca Parmitano pousaram em uma área remota perto da cidade de Zhezkazgan, no Cazaquistão, na quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020.

Koch retornou à Terra depois de passar 328 dias a trabalho no espaço – o voo espacial mais longo da história feito por uma mulher – como membro das Expedições 59-60-61 na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Sua experiência está ajudando os cientistas a reunir informações relativas a missões espaciais para a Lua e Marte.

LEIA TAMBÉM: Astronauta da ISS compartilha imagem de chuva de meteoros

Skvortsov e Parmitano retornaram após 201 dias no espaço, onde serviram como tripulantes da Expedição 60-61 a bordo da estação.