Cidades adormecidas: imagens da Itália em tempos de coronavírus

Redutos turísticos italianos de fama mundial ficaram praticamente desertos durante a rígida quarentena vivida pelo país

A Praça de São Marcos, em Veneza, ocupada por apenas dois soldados e um policial, em 25 de março. Crédito: Milan Radisics

País europeu mais afetado pela pandemia de covid-19, a Itália começou hoje a fase 2 de saída de seu lockdown – o estágio mais severo de quarentena. Desde 9 de março, a população italiana não envolvida em atividades essenciais só podia sair de casa por motivos de sobrevivência, como comprar alimentos ou ir à farmácia. A fase 1 de flexibilização, iniciada em 14 de abriu, permitiu a abertura de papelarias, livrarias e lojas de roupas para crianças.

Ao longo desse período, algo inimaginável pôde ser visto em lugares turísticos de renome mundial localizados ali, em cidades como Roma, Veneza, Pádua, Florença e Milão: todos estavam vazios, ou quase isso.

O fotógrafo húngaro Milan Radisics conseguiu documentar esses instantes raros em imagens colhidas por webcams, em matéria publicada no site Bored Panda. “(…) a tecnologia da webcam nos permite viajar virtualmente”, explicou ele na matéria. “Combinei tecnologia com um toque humano. Pressionando a tecla Print Screen a tempo, captei como lugares lotados são transformados no cenário teatral vazio sem artistas. Antes, tínhamos de esperar horas para capturar um momento vazio das cidades. E geralmente era tarde da noite. Agora, aguardo horas na frente do computador que uma pessoa apareça no quadro durante o horário de pico. A Praça de São Marcos está abandonada, sem alma, a Escadaria Espanhola está vazia, a Piazza Navona é guardada por soldados, a varanda de Julieta não tem visitantes. A Itália agora está em pausa, as pessoas estão em quarentena.”

Confira a seguir algumas das imagens reproduzidas no site – retratos de um país naquele momento derrotado pela epidemia, recuperando aos poucos suas forças para reagir.

LEIA TAMBÉM: Cinco razões por que o coronavírus atingiu a Itália com tanta força

Outras informações sobre esse trabalho e outros realizados por Radisics podem ser obtidas no site milan.hu e no seu Instagram.

Praça Navona, Roma
Pessoa fotografa a Fonte Fiumi da Praça Navona vazia, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Ponte Rialto, Veneza
Uma gaivota nada no Grande Canal em frente à Ponte Rialto, Veneza, em 27 de março. Crédito: Milan Radisics
Fonte de Trevi, Roma
Policial com máscara conversa com uma pessoa diante da Fonte de Trevi, em Roma, em 25 de março. Crédito: Milan Radisics
Casa de Julieta, Verona
A área da famosa sacada onde Romeu teria declarado seu amor por Julieta, em Verona, surge deserta nesta foto de 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Duomo, Milão
Outro lugar sempre repleto de visitantes, a praça da catedral de Milão, com a estátua de Vittorio Emanuele II em primeiro plano, aparece ocupada apenas por carros da polícia, em foto de 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Ponte Mezzo e Praça Garibaldi, Pisa
Duas pessoas cruzam a ponte sobre o rio Arno, perto da famosa torre inclinada de Pisa, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Basílica de Santo Antônio, Pádua
Pedestre solitário com máscara atravessa a praça em frente à Basílica de Santo Antônio, em Pádua, em 25 de março. Crédito: Milan Radisics
Praça do Campo, Siena
Patrulha da polícia na frente da prefeitura na Praça do Campo de Siena, em 24 de março. Crédito: Milan Radisics
Praça Duomo, Pistoia
Viatura de polícia patrulha a vazia praça principal de Pistoia, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Praça da Espanha, Roma
Dois policiais perto de seus veículos patrulham a deserta Praça da Espanha, em Roma, em 24 de março. Crédito: Milan Radisics
Praça 4 de Novembro, Perúgia
Homem pilota seu drone (visto como um ponto branco) em uma praça vazia para tirar uma fotografia de cima para baixo da fonte Maggiore, em Perúgia, em 25 de março. Crédito: Milan Radisics
Estação Central, Milão
Apenas uma pessoa, com máscara, percorre a rua na frente da estação ferroviária central de Milão, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Praça Giambattista Bodoni, Turim
Homem recolhe cocô de seu cão durante um passeio noturno na Praça Bodoni de Turim, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Castelvecchio, Verona
Pedestre solitário passa por Castelvecchio, a construção mais importante da Idade Média ainda de pé em Verona, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics
Ravello, Costa Amalfitana
No topo de uma colina a mais de 365 metros acima do Mediterrâneo, Ravello aparece coberta pela estranha escuridão do período da quarentena, em 26 de março. Crédito: Milan Radisics