Cientistas criam embriões para salvar rinoceronte branco do Norte

Pesquisadores produziram dois embriões viáveis com óvulos das duas fêmeas remanescentes da espécie e o esperma congelado de machos que já morreram

Cientistas criam embriões de rinoceronte branco do Norte para salvar a espécie / Foto: Jeff Keeton / Licença CC BY-SA 4.0 / Wikimedia Commons

Cientistas criam embriões para salvar o rinoceronte branco do Norte da extinção. Existem apenas dois indivíduos conhecidos dessa espécie no mundo, duas fêmeas que vivem em uma reserva no Quênia. O último macho morreu no ano passado.

Pesquisadores da organização Ol Pejeta Conservancy, ondem vivem as fêmeas, conseguiram produzir dois embriões viáveis a partir de óvulos das fêmeas remanescentes e de esperma congelado de machos que estavam armazenados.

LEIA TAMBÉM: Estudo confirma teoria sobre extinção dos dinossauros

As duas fêmeas da espécie não são capazes de sustentar uma gestação. Então o plano é inseminar animais da espécie rinoceronte branco do Sul com os embriões.

Os rinocerontes são animais muito visados por caçadores, graças à crença de que seus chifres são capazes de tratar e curar diversas doenças. O rinoceronte-negro-ocidental foi declaro extinto em 2011, e as cinco espécies remanescentes do animal são consideradas ameaçadas.