Cientistas devem mostrar um buraco negro como nunca se viu antes

O "retrato" foi tirado do "Sagitário A", o buraco negro supermassivo que está no centro da nossa Via Láctea, pelo projeto do Event Horizon Telescope

Buraco negro em representação artística: a primeira foto deverá ser finalizada em alguns meses (Foto: Mark A. Garlick / AFP)

Cientistas prometem mostrar para a humanidade na próxima quarta-feira (10/04) a primeira foto de um buraco negro, informou a Agência Espacial Europeia em um comunicado. O “retrato” foi tirado do “Sagitário A”, o buraco negro supermassivo que está no centro da nossa Via Láctea, pelo projeto do Event Horizon Telescope, rede de oito radiotelescópios distribuídos pelo planeta. O projeto realmente coletou seus dados em abril de 2017, mas leva vários anos para processar os dados e produzir uma imagem final.

É importante entender que a imagem deve ser mais de uma silhueta, já que um buraco negro é uma porção do espaço-tempo com efeitos gravitacionais tão fortes que nada – nem mesmo a luz – pode escapar de seu alcance. Ou seja, por natureza, são fenômenos totalmente ausentes de luz e por isso são tão difíceis de serem clicados. Podemos, no entanto, observar o seu horizonte de eventos, o “ponto de não retorno” de um buraco negro, além do qual nada pode escapar.

O anúncio deverá ganhar proporções de um super lançamento mundial de cinema. Na próxima quarta-feira, 10 de abril de 2019, às 10 horas de Brasilía, o anúncio será transmitido ao vivo pelo site do ESO, pelo canal YouTube do Conselho Europeu de Pesquisa e nas redes sociais. Programe-se!

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus