Cientistas japoneses descobrem nova espécie de baleia

Pesquisadores e pescadores pensavam que baleia pertencia a uma das espécies já conhecidas de baleia-bicuda, mas um novo estudo descobriu que o animal é, na verdade, uma espécie diferente

Cientistas japoneses descobriram uma nova espécie de baleia. Durante muitos anos, pesquisadores japoneses descreveram um tipo raro de baleia-bicuda, que faz parte da família de cetáceos dentados Ziphiidae.

Pensava-se que a baleia pertencia a uma das espécies já conhecidas de baleia-bicuda. Mas um novo estudo descobriu que o animal, batizado informalmente de Kurotsuchikujira, é, na verdade, uma espécie diferente.

LEIA TAMBÉM: Japão volta a caçar comercialmente baleias após mais de 30 anos

Segundo os pesquisadores, havia duas espécies conhecidas do gênero Berardius: a Berardius bairdii, ou baleia-bicuda-de-baird, e a Berardius arnuxii, ou baleia-bicuda-de-arnoux e a que foi descrita agora, Berardius minimus, cujo nome vem de seu tamanho diminuto.

A nova baleia é menor (mede cerca de 6 metros, enquanto a Berardius bairdii mede cerca de 10 metros, tem o bico mais curto e uma coloração mais escura do que sua parente.

Acima, a nova espécie de baleia, Berardius minimus, que é menor e tem o bico mais curto do que a Berardius bairdii (abaixo) / Imagem: Yoshimi Watanabe, Museu Nacional de Natureza e Ciência

Segundo Takashi F. Matsuishi, pesquisador da Universidade Hokkaido e um dos principais autores do estudo, cientistas ainda não sabem muitas informações sobre a Berardius minimus.

Por exemplo, eles ainda não sabem como são as fêmeas da espécie, já que os indivíduos estudados eram machos. Da mesma maneira, os pesquisadores ainda não sabem muito sobre a distribuição da espécie, e é por isso que a pequena baleia continuará a se estudada por eles.

Baleias-bicudas de espécie não identificada no canal de Nemuro, Japão, em foto de 2009 / Foto: Hal Sato

A pesquisa foi publicada na revista científica “Scientific Reports“.