Cientistas usam trajes espaciais como se estivessem em Marte para explorar tubos de lava

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para entender o que a próxima geração de astronautas pode enfrentar explorando Marte, cientistas de todo o mundo estão usando os ambientes extremos ou análogos encontrados em nosso planeta para projetar melhores trajes espaciais e tecnologia.

As futuras explorações humanas da Lua e de Marte podem exigir que os astronautas se levantem e se aproximem dos tubos de lava, estruturas geológicas formadas pelo fluxo de lava há muito tempo. 

“Precisamos treinar bastante na Terra para descobrir os melhores métodos e criar os melhores trajes para atividades extraveiculares para que possamos realizar esse tipo de pesquisa na Lua e em Marte um dia”, disse Michaela Musilova, diretor do HI-SEAS, o Havaí Space Exploration Analog and Simulation.

A “base espacial” está localizada em Mauna Loa, na Grande Ilha do Havaí, e foi criada para simular o ambientes rochosos fora da Terra. Pessoas vivem lá por dias, meses e até por um ano, simulando como seria estar separado do resto da humanidade por um período de tempo tão prolongado.

A pesquisa deste projeto com um foco particular em simulações em tubos de lava conta com cientistas vestidos com roupas espaciais.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança