Cobertura de gelo da Terra está encolhendo há décadas

Perda anual média entre 1979 e 2016 foi de 87 mil quilômetros quadrados; problema é maior no hemisfério norte

A caçadora tradicional Toku Oshima viaja com seu trenó puxado por cães de Qaanaaq a Siorapaluk, na Groenlândia: perda de gelo é maior no hemisfério norte do planeta. Crédito: Shari Fox/NSIDC

A camada de gelo que cobre a Terra diminuiu, em média, 87 mil quilômetros quadrados (km2) por ano de 1979 a 2016, possivelmente em decorrência das mudanças climáticas. A redução anual foi equivalente à da área do Lago Superior, na fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos. A estimativa resulta de análises da equipe do físico e geógrafo Xiaoqing Peng, da Universidade de Lanzhou, na China.

O encolhimento ocorreu principalmente no hemisfério norte. A cobertura de gelo na região registrou uma perda anual média de 102 mil km2.

Essa diminuição foi ligeiramente compensada pelo aumento de 14 mil km2 por ano na camada de gelo do hemisfério sul no mesmo período (Earth’s Future, 16 de maio). A expansão se deu principalmente no gelo marinho no Mar de Ross, ao redor da Antártida, devido a alterações no padrão de vento e correntes oceânicas.

A cobertura de gelo da Terra é importante porque reflete a luz do sol, ajudando a resfriar o planeta.

* Este artigo da Revista Pesquisa Fapesp é reproduzido aqui sob a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o artigo original aqui.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua