Coleção de fotos raras mostra momentos inéditos da jornada à Lua

Acervo será leiloado após décadas nas mãos de colecionadores

Imagem da Terra por astronautas da missão Apollo. Crédito: Nasa

Começou ontem (6) em Londres, na Inglaterra, o leilão de uma das maiores coleções de fotos originais sobre a chegada do homem à Lua já disponibilizadas no mercado. Os registros foram feitos durante a série de missões que levou o homem à superfície do satélite natural terrestre, em especial a Apollo 11, e fazem parte da chamada Era Dourada da exploração espacial.

Incrementada ao longo de décadas por um colecionador privado, a coleção se chama Viagem para Outro Mundo, e conta com momentos simbólicos da história da corrida espacial. “Olhar essas imagens nos transporta para a superfície da Lua”, disse um dos responsáveis pelo leilão, James Hyslop, da casa de leilões Christie’s.

Lote 210, primeira fotografia do planeta Terra tirada por humanos – pelo tripulante da Apollo 8 William Anders. Crédito: Christie’s/William Anders

Um dos itens mais cobiçados do leilão é uma foto inédita de Neil Armstrong, o piloto militar e astronauta que foi o primeiro homem a colocar os pés em solo lunar, guardada pela Nasa e extremamente rara. A Christie’s espera arrecadar cerca de US$ 39 mil apenas com esse item.

LEIA TAMBÉM: 

Salto para a humanidade

Neil Armstrong, acompanhado de seu parceiro de missão, Buzz Aldrin, marcou o imaginário humano ao falar a frase mais emblemática da história da corrida espacial: “Esse é um pequeno passo para um homem, mas um salto imenso para a humanidade.”

Entre outros artefatos em leilão, registros casuais de companheiros de equipe durante o percurso para a Lua, a maioria registrada por Buzz Aldrin. Essas fotos só foram descobertas na década de 80 e a maioria teve circulação restrita.

O leilão das fotos irá até 20 de novembro na sede da Christie’s, em Londres.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança