Contaminações por coronavírus ultrapassam 2,7 mil na China

Além da Ásia, casos da doença já foram registrados na Europa e na América do Norte

Controle de saúde no aeroporto de Xangai: o governo chinês ordenou que todas as excursões de cidadãos do país para o exterior sejam canceladas até segunda ordem. Crédito: Ptrump16/Wikimedia

Autoridades de saúde da China informam que o número de pessoas diagnosticadas com a pneumonia causada pela nova variante do coronavírus passou de 2.700 apenas no país.

Segundo as autoridades chinesas, 81 pessoas morreram em decorrência da doença. A Comissão Nacional de Saúde informou que foram registrados casos da infecção em praticamente todo o país.O governo chinês anunciou que o período de feriado prolongado do Ano-Novo Lunar será estendido por mais três dias, até 2 de fevereiro.Ainda segundo as autoridades, escolas, universidades e creches vão adiar o início das aulas após o feriado.

LEIA TAMBÉM: China: período de incubação do novo vírus é de sete dias

Pequim também está tomando outras medidas para restringir a movimentação de pessoas. A partir desta segunda-feira (27), agências de turismo não farão viagens em excursão com destino ao exterior. Serviços de transporte de ônibus de longa distância foram suspensos em diversos locais.

As autoridades de saúde chinesas afirmam que a nova variante do coronavírus sofreu mutações, tornando-se mais contagiosa.

A doença também continua a se alastrar pelo mundo, com 44 casos registrados em 13 nações, além da China. A maioria dos infectados são turistas de Wuhan ou pessoas que visitaram a cidade. É o caso do terceiro paciente identificado na Coreia do Sul, um homem sul-coreano que vive em Wuhan e que havia retornado de férias ao país natal.

 

* Emissora pública de televisão do Japão