Controle rígido

Sistema Nacional de Crédito Social, um cadastro que entrará oficialmente em vigor em 2020, classificará os cidadãos chineses segundo vários aspectos da sua vida pessoal

Pontuações mais altas facilitarão a vida dos chineses nos aeroportos locais (Foto: Baona)

O Big Brother imaginado por George Orwell no romance “1984” avançou alguns passos na China com o Sistema Nacional de Crédito Social, um cadastro que entrará oficialmente em vigor em 2020 e classificará os cidadãos segundo várias notas. Um algoritmo vai analisar dados pessoais referentes a, por exemplo, publicações em redes sociais, histórico de pagamentos, comportamento no trânsito e em jogos online e respeito ao programa de planejamento familiar. As pontuações mais altas trarão vantagens como mais facilidade para alugar um imóvel, descontos em compras e passagem livre na segurança de aeroportos. Quem ficar nas posições inferiores, porém, terá problemas para viajar em trens ou aviões. Calcula-se que 28 milhões de pessoas já se cadastraram em algum tipo de ranking social no país.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua