Covid-19: medicamento para gripe apresenta resultado promissor

Estudo mostrou resultado promissor. Foto: Pixabay

Um estudo publicado no dia 9 de outubro de 2020 no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences e que foi realizado em hamsters mostrou que doses altas de favipiravir, um medicamento indicado para gripe, diminuiu significativamente as concentrações do Sars-CoV-2, vírus que causa a Covid-19, nos pulmões das cobaias.

A pesquisa também mostrou que o remédio diminuiu a transmissão do vírus por contato direto, enquanto a hidroxicloroquina, medicamento geralmente usado para o tratamento da malária, falhou como profilaxia. Porém, ainda são necessários mais estudos clínicos para analisar se é possível que seja observado um efeito antiviral semelhante em humanos sem efeitos tóxicos.

Para realizar o estudo, os cientistas selecionaram uma espécie de hamster que se infecta rápido e desenvolve uma doença pulmonar leve, que é bem parecida com os estágios iniciais da Covid-19 nos humanos.

O tratamento foi feito por quatro dias com favipiravir ou hidroxicloroquina nos animais doentes e por cinco dias em cobaias saudáveis para checar se alguma delas poderia prevenir a contaminação. Dos oito bichos que receberam doses mais altas do remédio para a gripe, seis não tiveram o vírus em seus pulmões após o tratamento.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR