Criação em andamento: a Nebulosa Laguna dá à luz estrelas

A formação estelar segue constante nessa nebulosa a cerca de 4 mil anos-luz de nós

Messier 8: atividade contínua de formação de estrelas. Crédito: raio X – Nasa/CXC/SAO; óptico: Adam Block/Mount Lemmon SkyCenter/Universidade do Arizona

Conhecida como NGC 6523 ou Nebulosa Laguna, a Messier 8 é uma nuvem gigante de gás e poeira onde as estrelas nascem. Localizada na constelação de Sagitário, a cerca de 4 mil anos-luz da Terra, ela segue em plena atividade.

Essa nebulosa foi descoberta pelo astrônomo italiano Giovanni Battista Hodierna antes de 1654. Ela é classificada como uma nebulosa de emissão, cujos gases ionizados, sobretudo o hidrogênio, emitem radiação em especial no comprimento de onda na faixa vermelha da luz visível.

A Messier 8 oferece aos astrônomos uma excelente oportunidade para estudar as propriedades de estrelas muito jovens. Muitas estrelas-bebês emitem grandes quantidades de luz de alta energia, incluindo raios X, que são vistos nos dados do observatório Chandra (rosa). Os dados de raios X foram combinados com uma imagem óptica da Messier 8 do Mt. Lemmon Sky Center, no Arizona (azul e branco).

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África