• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Ciência02/05/2022

Crianças vegetarianas têm crescimento e nutrição semelhantes às que comem carne

Crédito: CC0 Public Domain

02/05/22 - 11h08min

Um estudo com quase 9 mil crianças descobriu que aquelas que consomem uma dieta vegetariana tiveram medidas semelhantes de crescimento e nutrição em comparação com crianças que comem carne. O estudo, publicado na revista Pediatrics e liderado por pesquisadores do St. Michael’s Hospital da Unity Health Toronto (rede de hospitais católicos que atende o município de Toronto, no Canadá), também descobriu que crianças com dieta vegetariana tinham maiores chances de estar abaixo do peso recomendado, enfatizando a necessidade de cuidados especiais ao planejar as dietas de crianças vegetarianas.

As descobertas surgem como uma mudança para o consumo de uma dieta baseada em vegetais que cresce no Canadá. Em 2019, as atualizações do Guia Alimentar do Canadá estimularam os canadenses a adotar proteínas à base de plantas, como feijão e tofu, em vez de carne.

Popularidade crescente

“Nos últimos 20 anos, vimos uma crescente popularidade das dietas à base de plantas e um ambiente alimentar em mudança com mais acesso a alternativas à base de plantas. No entanto, não vimos pesquisas sobre os resultados nutricionais de crianças seguindo dietas vegetarianas no Canadá”, disse o dr. Jonathon Maguire, principal autor do estudo e pediatra do St. Michael’s Hospital.

“Este estudo demonstra que as crianças canadenses que seguem dietas vegetarianas tiveram crescimento e medidas bioquímicas de nutrição semelhantes em comparação com crianças que consomem dietas não vegetarianas. ao considerar dietas vegetarianas”, acrescentou ele.

Foram avaliadas 8.907 crianças de seis meses a 8 anos. Todas elas foram participantes do estudo de coorte TARGet Kids! e os dados foram coletados entre 2008 e 2019. Os participantes foram categorizados por status vegetariano – definido como um padrão alimentar que exclui carne – ou não vegetariano.

Os pesquisadores descobriram que as crianças que consumiam uma dieta vegetariana tinham índice de massa corporal médio (IMC), altura, ferro, vitamina D e níveis de colesterol semelhantes em comparação com aquelas que consumiam carne. Os resultados mostraram evidências de que crianças com dieta vegetariana tinham quase duas vezes mais chances de ter peso baixo, que é definido como abaixo do terceiro percentil do IMC. Não houve evidência de associação com sobrepeso ou obesidade.

Necessidade de orientação e monitoramento

O baixo peso é um indicador de desnutrição e pode ser um sinal de que a qualidade da dieta não está atendendo às necessidades nutricionais da criança para sustentar o crescimento normal. Para crianças que comem uma dieta vegetariana, os pesquisadores enfatizaram o acesso a profissionais de saúde que podem fornecer monitoramento de crescimento, educação e orientação para apoiar seu crescimento e nutrição.

Diretrizes internacionais sobre dieta vegetariana na infância têm recomendações diferentes, e estudos anteriores que avaliaram a relação entre dieta vegetariana e crescimento infantil e estado nutricional apresentaram resultados conflitantes.

“Os padrões alimentares à base de plantas são reconhecidos como um padrão de alimentação saudável devido ao aumento da ingestão de frutas, vegetais, fibras, grãos integrais e redução da gordura saturada; no entanto, poucos estudos avaliaram o impacto das dietas vegetarianas no crescimento infantil e no estado nutricional. As dietas vegetarianas parecem ser apropriadas para a maioria das crianças”, disse o dr. Maguire, que também é cientista do MAP Center for Urban Health Solutions no St. Michael’s Hospital.

Uma limitação do estudo é que os pesquisadores não avaliaram a qualidade das dietas vegetarianas. Os pesquisadores observam que as dietas vegetarianas vêm em muitas formas e a qualidade da dieta individual pode ser muito importante para o crescimento e os resultados nutricionais. Os autores dizem que mais pesquisas são necessárias para examinar a qualidade das dietas vegetarianas na infância, bem como os resultados de crescimento e nutrição entre crianças que seguem uma dieta vegana, que exclui carne e produtos derivados de animais, como laticínios, ovos e mel.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

carnívora