Da Vinci teria déficit de atenção, afirmam pesquisadores

Gênio mercurial e falta de perseverança seriam indícios do problema, segundo estudo inglês

Leonardo da Vinci: traços de TDAH, segundo Catani

Por que Leonardo da Vinci tinha fama de não concluir seus trabalhos? A resposta, segundo Marco Catani e Paolo Mazzarello, do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência do King’s College de Londres, está em um problema bem conhecido hoje em dia: o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

Esse distúrbio se caracteriza por procrastinação contínua, incapacidade de completar tarefas, divagações mentais e inquietude do corpo e da mente. Comumente reconhecido na infância, ele é cada vez mais diagnosticado entre adultos.

LEIA TAMBÉM: Pesquisadores encontram desenho escondido em obra de Leonardo Da Vinci

“Registros históricos mostram que Leonardo gastou muito tempo planejando projetos, mas não tinha perseverança. O TDAH poderia explicar aspectos do seu temperamento e seu estranho gênio mercurial”, afirma Catani. Seu estudo foi publicado em junho na revista “Brain”.