De quanto sono nós realmente precisamos?

Os bebês devem passar 17 horas dormindo por dia; os adultos, pelo menos sete horas

Até três meses de idade, os bebês devem dormir entre 14 e 17 horas por dia. Crédito: Piqsels

Assim como comer, beber ou respirar, o sono é uma parte essencial da vida.

Na verdade, todos os animais fazem isso – com algumas variações interessantes. Um golfinho, por exemplo, dorme com um olho aberto e apenas metade do cérebro cochilando por vez. Provavelmente, os golfinhos precisam estar parcialmente conscientes para respirar enquanto estão na água. Às vezes, as zebras dormem em pé, caso precisem acordar e escapar rapidamente de um predador. Os morcegos dormem de cabeça para baixo.

Quando alguém está dormindo, pode parecer que ele está “desligado” e não está fazendo nada. Mas isso não é verdade. Seu cérebro e corpo estão ativos e fazendo coisas importantes enquanto você dorme, como organizar células nervosas, regular hormônios, reparar células e eliminar toxinas.

Seu cérebro está especialmente ocupado, ajudando você a fazer muitas coisas enquanto dorme. Entre outras coisas, está processando memórias, obtendo ideias criativas e aprendendo novas habilidades.

Processos demorados

O sono ajuda a aprender, crescer e se desenvolver, e todos esses processos levam tempo.

É por isso que os bebês precisam de 14 a 17 horas de sono por dia durante os primeiros três meses de vida – os recém-nascidos dormem muito mais do que ficam acordados. A maioria das crianças em idade escolar precisa de cerca de 8 a 10 horas de sono. Os adolescentes podem ter como objetivo nove horas, que é o que alguns adultos também precisam. Mas sete ou oito horas são suficientes para outros adultos.

QUANTIDADE DE SONO RECOMENDADA POR FAIXA DE IDADE
Idade Sono recomendado
0 a 3 meses 14 a 17 horas
4 a 11 meses 12 a 15 horas
1 a 2 anos 11 a 14 horas
2 a 5 anos 10 a 13 horas
6 a 13 anos 9 a 11 horas
14 a 17 anos 8 a 10 horas
18 a 64 anos 7 a 9 horas
Mais de 64 anos 7 a 8 horas

Tabela: The Conversation, CC-BY-ND. Fonte: Sleep Foundation

É importante não apenas dormir o suficiente, mas também dormir com boa qualidade. E você deve tentar dormir em uma programação regular, indo dormir e acordando na mesma hora todos os dias – mesmo nos fins de semana.

Ter uma boa noite de sono pode ajudá-lo a ter um bom desempenho na escola, no trabalho e nos esportes. O sono também pode auxiliar com a rapidez e a memória, o que pode ajudá-lo em coisas como cantar ou tocar um instrumento musical.

Uma boa noite de sono ajuda você a parecer e se sentir revigorado. Quando as pessoas são solicitadas a avaliar o quão atraente alguém é, elas tendem a classificar aqueles bem descansados como mais atraentes. Ter horas suficientes de sono de boa qualidade pode ajudá-lo a lidar com o estresse e a relacionar-se melhor com seus amigos.

Comportamento que requer prática

Se, como muitas pessoas, você tem dificuldade para dormir o suficiente, existem alguns truques para ajudá-lo a ter um bom sono regularmente. Você pode achar útil definir um horário de sono ideal e tentar segui-lo todos os dias. Você pode definir alarmes para lembrá-lo da hora de ir para a cama.

Use uma rotina de relaxamento por uma hora antes de dormir, para se concentrar em manter as coisas relaxadas e positivas. Você pode incluir diminuir as luzes, ler um livro divertido e falar sobre as melhores partes do seu dia ou apenas pensar nos destaques do dia. Tente evitar filmes ou livros assustadores e entrar em discussões antes de dormir.

De manhã, pense em algo pelo qual você anseia naquele dia e deixe o Sol ou luzes brilhantes entrarem em seu quarto para que seu cérebro saiba que é hora de ficar alerta.

Você saberá que seus hábitos de sono estão funcionando quando não sentir sono durante o dia e acordar na maioria dos dias sentindo-se revigorado. Assim como estar fisicamente apto e seguir uma dieta balanceada, ter uma boa noite de sono regularmente é um comportamento que requer prática e pode valer a pena para o resto da vida.

* Dana McMakin é professora associada de Psicologia na Universidade Estadual da Flórida (EUA).

** Este artigo foi republicado do site The Conversation sob uma licença Creative Commons. Leia o artigo original aqui.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago