Derretimento de gelo fez nível do mar aumentar em 27 mm

    Geleiras derretendo em território russo no Ártico

    O derretimento das geleiras em todo o mundo estão causando o aumento do nível do mar. Uma nova pesquisa calculou precisamente quanto: as geleiras no planeta perderam mais de 9 trilhões de toneladas de gelo nos últimos 55 anos, elevando os níveis de água em 27 milímetros. O estudo é de uma equipe internacional de cientistas liderada pela Universidade de Zurique e foi publicado nesta segunda-feira (8) no site da revista “Nature”.

    Os maiores contribuintes para esse derretimento foram as geleiras no Alasca, seguidas pelos campos de gelo derretendo na Patagônia e as geleiras nas regiões árticas. Geleiras nos Alpes europeus, no Cáucaso e na Nova Zelândia também sofreram uma perda significativa de gelo; no entanto, devido às suas áreas glaciares relativamente pequenas, elas desempenharam um papel menor quando se trata do aumento do nível do mar global.

    Para o estudo a equipe combinou observações de campo glaciológico com medições de satélite geodésico. Este último mede digitalmente a superfície da Terra, fornecendo dados sobre as mudanças na espessura do gelo em diferentes pontos no tempo. Os pesquisadores conseguiram, assim, reconstruir mudanças na espessura do gelo de mais de 19.000 glaciares em todo o mundo.

    Os pesquisadores também usaram um banco de dados compilado pelo Serviço Mundial de Monitoramento de Geleiras a partir de uma rede mundial de observadores, à qual os cientistas adicionaram suas próprias análises de satélite.

    “Combinando esses dois métodos de medição e tendo o novo conjunto de dados abrangente, podemos estimar quanto gelo foi perdido a cada ano em todas as regiões montanhosas desde a década de 1960”, explica Michael Zemp, que liderou o estudo.

    A perda global de massa de gelo glacial aumentou significativamente nos últimos 30 anos e atualmente soma 335 bilhões de toneladas de gelo perdido a cada ano. Isso corresponde a um aumento no nível do mar de quase 1 milímetro por ano. “Globalmente, perdemos cerca de três vezes o volume de gelo armazenado na totalidade dos Alpes Europeus – todos os anos!” diz o glaciologista Zemp. Portanto, o gelo derretido das geleiras é responsável por 25% a 30% do aumento atual do nível global do mar.

    Colapso dos Alpes
    Um outro estudo que também veio da Suíça, dessa vez do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique concluiu que os Alpes devem perder cerca de 65% a 80% de seu volume de gelo até 2100 sob um aquecimento moderado. Mas, em condições mais quentes, as geleiras podem desaparecer completamente.

    A pesquisa foi publicada nesta terça-feira (9) na revista “The Cryosphere”.

    COMPARTILHAR
    blog comments powered by Disqus