Descoberta a mais antiga tecnologia de arco e flecha fora da África

Pesquisadores encontraram nas florestas tropicais do Sri Lanka a mais antiga tecnologia de projéteis

Algumas das ferramentas descobertas no sítio de Fa-Hien Lena. Crédito: Langley et al., 2020

Uma colaboração internacional entre a Universidade Griffith (Austrália), o Instituto Max Planck para a Ciência da História Humana (MPI-SHH, da Alemanha) e o Departamento de Arqueologia do Governo do Sri Lanka descobriu as primeiras evidências de tecnologia de arco e flecha fora da África.

Em um artigo publicado na revista “Science Advances”, a equipe descreve a descoberta e a análise de pontas de flechas feitas de ossos que foram usadas para caçar animais que habitam árvores, como pequenos macacos e esquilos.

O material foi encontrado pela equipe do Instituto Max Planck no sítio da caverna Fa-Hien Lena, localizado nas profundezas da floresta tropical do Sri Lanka.

LEIA TAMBÉM: Fósseis mais antigos de Homo sapiens fora da África são encontrados na Grécia

A principal autora do texto, Michelle Langley, especialista no estudo de vestígios microscópicos de ferramentas e cultura simbólica de materiais da Universidade Griffith, analisou os artefatos para determinar como eles eram feitos e funcionavam na antiguidade.

Impactos de alta potência

“O tamanho, a forma e os danos encontrados em muitos dos pontos ósseos encontraram melhor explicação como tendo sido usados ​​como pontas de flechas para caçar presas da floresta tropical difíceis de capturar, em vez de lanças”, disse Langley. “As fraturas nos pontos indicaram danos por impacto de alta potência – algo geralmente visto na caça de animais por arco e flecha.”

Localização do sítio de Fa-Hien Lena no Sri Lanka (esquerda) e imagens do local da escavação. Crédito: Wedage et al., 2019

A tecnologia de arco e flecha com o uso de pedra remonta a cerca de 64 mil anos atrás, nas pastagens e costas do sul da África. No entanto, essa descoberta no Sri Lanka, com cerca de 48 mil a 45 mil anos de idade, é a evidência mais antiga de flechas feitas de osso e do uso de arco e flecha em um ambiente de floresta tropical mais extremo fora do continente africano.

Ao lado das pontas das flechas encontrou-se uma variedade de outras ferramentas para ossos e dentes, incluindo instrumentos de raspagem e perfuração adequados para fazer redes ou trabalhar peles ou fibras vegetais no ambiente tropical.

“As evidências para a construção de redes são extremamente escassas em artefatos de milhares de anos, tornando esse aspecto da coleção de Fa-Hien Lena uma descoberta surpreendente”, disse Langley. “Também encontramos evidências claras para a produção de contas coloridas a partir do ocre mineral vermelho, amarelo e prateado metálico brilhante encontrado na caverna e a fabricação refinada de contas de concha comercializadas na costa.”

Ambientes difíceis

O coautor Oshan Wedage, do MPI-SHH, afirmou: “Fa-Hien Lena emergiu como um dos sítios arqueológicos mais importantes do sul da Ásia desde os anos 1980, preservando os restos de nossa espécie, suas ferramentas e suas presas em um contexto tropical”.

“Juntos, esses artefatos revelam uma rica cultura humana nos trópicos do sul da Ásia, que estava criando e utilizando tecnologias de caça e sociais complexas para não apenas sobreviver, mas prosperar, em ambientes difíceis de floresta tropical”, disse Patrick Roberts, do Instituto Max Planck.

Michael Petraglia, também do Instituto Max Planck, acrescentou: “Essas descobertas fornecem algumas das primeiras informações detalhadas sobre como nossas espécies enfrentaram os desafios adaptativos extremos encontrados na Ásia tropical durante a expansão humana global. Elas mostram como o Homo sapiens tem sido resiliente e criativo ao expandir seus territórios e encontrar as novas flora e fauna de terras estrangeiras”.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança