Descoberta carruagem cerimonial em Pompeia

Veículo de quatro rodas, encontrado em “excelente estado”, era usado em ocasiões festivas, que incluiriam cerimônias de casamento

Parte da carruagem desenterrada: ótimo estado de conservação. Crédito: Parque Arqueológico de Pompeia

Quando Pompeia (cidade romana próxima a Nápoles coberta de cinzas pela erupção do Vesúvio, em 79 d.C.) puder ser novamente visitada, com o controle da pandemia de covid-19, não faltarão novidades para quem for até lá. A mais recente delas, anunciada no último sábado, foi a descoberta de uma carruagem cerimonial (pilentum) em uma vila antiga em Civita Giuliana, ao norte de Pompeia.

O veículo de quatro rodas foi achado em um pórtico de dois andares conectado a estábulos. Ele estava próximo de um estábulo onde três cavalos haviam sido descobertos em 2018. Segundo comunicado do Parque Arqueológico de Pompeia, a carruagem cerimonial tinha “componentes de ferro, belas decorações de bronze e estanho”, além de cordas e decoração floral descobertas “quase intactas”. Para os especialistas, é provável que ela era usada em festividades e desfiles. Eles classificaram a descoberta como “em excelente estado de conservação” e qualificaram-na como “excepcional”.

A área da descoberta tem sido explorada arqueologicamente após uma investigação sobre uma escavação ilegal. O trabalho tem sido feito em colaboração com o Ministério Público. A medida tem como objetivo coibir o saque de itens do patrimônio cultural do local feito por meio de túneis clandestinos. No ano passado, na mesma região, haviam sido encontrados os restos mortais do que se acredita ter sido um homem rico e seu escravo tentando escapar da morte.

A decoração incluía medalhões, fixados em folha de bronze e rodeados por motivos decorativos, com figuras masculinas e femininas em relevo, representadas em cenas eróticas.. Crédito: Parque Arqueológico de Pompeia
Cuidados especiais

Segundo os arqueólogos, o trabalho de retirar a carruagem com segurança exigiu semanas depois de sua descoberta, feita em uma escavação em 7 de janeiro. Os cuidados estão relacionados à fragilidade dos materiais envolvidos. Eles exigiram o uso de técnicas especiais, como moldagem de gesso, para recuperar o material sem danificá-lo.

“Esta é uma descoberta extraordinária que avança nossa compreensão do mundo antigo”, disse Massimo Osanna, diretor do Parque Arqueológico de Pompeia, em comunicado à imprensa. Segundo ele, algumas das decorações na carruagem sugerem seu uso para festividades comunitárias, entre elas cerimônias de casamento. “Considerando que as fontes antigas aludem ao uso do pilentum por sacerdotisas e damas, não se pode excluir a possibilidade de que esta poderia ter sido uma carruagem usada para rituais relacionados ao casamento, para conduzir a noiva à sua nova casa.”

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança