• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Ciência27/01/2022

Descoberto 1º relato de raio globular na Idade Média na Inglaterra

Ilustração de raio globular publicada originariamente em 1901: fenômeno raro. Crédito: Wikimedia Commons

27/01/22 - 08h48min

Pesquisadores descobriram o que parece ser o relato mais antigo conhecido de um fenômeno climático raro chamado raio globular na Inglaterra.

O raio globular, geralmente associado a tempestades, é inexplicável e tem sido descrito como um objeto esférico brilhante com diâmetro em média de 25 centímetros, mas que às vezes chega a vários metros.

Trabalhando juntos, o físico e professor emérito Brian Tanner e o historiador e professor Giles Gasper, da Universidade de Durham (Reino Unido), fizeram a conexão com um evento de raio globular enquanto exploravam um texto medieval escrito há cerca de 750 anos.

O relato, feito pelo monge beneditino Gervase, do século 12, do Priorado da Catedral da Igreja de Cristo, em Canterbury, é anterior à descrição anterior mais antiga conhecida de raios globulares registrados na Inglaterra em quase 450 anos.

As descobertas foram publicadas na revista Weather, da Royal Meteorological Society.

"Sinal maravilhoso"

Em sua Crônica, escrita por volta de 1200, Gervase afirmou que “um sinal maravilhoso desceu perto de Londres” em 7 de junho de 1195. Ele passou a descrever uma nuvem densa e escura, emitindo uma substância branca que cresceu em forma esférica sob a nuvem, de que um globo de fogo caiu em direção ao rio.

Os pesquisadores da Universidade de Durham compararam o texto da Crônica de Gervase com relatos históricos e modernos de raios globulares.

O professor Brian Tanner, professor emérito do Departamento de Física da Universidade de Durham, disse: “O raio globular é um evento climático raro que ainda não é compreendido hoje. (...) A descrição de Gervase de uma substância branca saindo da nuvem escura, caindo como uma esfera de fogo giratória e depois tendo algum movimento horizontal é muito semelhante às descrições históricas e contemporâneas de raios globulares”.

Ele prosseguiu: “Se Gervase está descrevendo raios globulares, como acreditamos, então este seria o primeiro relato deste acontecimento na Inglaterra que foi descoberto até agora”.

Credibilidade avaliada

Antes deste relato, o primeiro relato de raios globulares da Inglaterra foi registrado durante uma grande tempestade em Widecombe, Devon, em 21 de outubro de 1638.

Escritos medievais raramente sobrevivem na versão original do autor e a Crônica de Gervase e outras obras agora existem em apenas três manuscritos (um na Biblioteca Britânica e dois na Universidade de Cambridge). O texto em latim foi editado pelo bispo William Stubbs em 1879 e não há tradução para o inglês.

O professor Giles Gasper, do Departamento de História da Universidade de Durham, disse: “O foco principal dos escritos de Gervase foi o Priorado da Catedral da Igreja de Cristo em Canterbury, suas disputas com casas vizinhas e um arcebispo de Canterbury, além de narrar as ações do rei e seus nobres. Mas ele também estava interessado em fenômenos naturais, de eventos celestes e sinais no céu a inundações, fome e terremotos”.

Os pesquisadores analisaram a credibilidade de Gervase como escritor e testemunha, tendo examinado anteriormente seus registros de eclipses e uma descrição da divisão da imagem da lua crescente.

O professor Gasper acrescentou: “Dado que Gervase parece ser um repórter confiável, acreditamos que sua descrição do globo de fogo no Tâmisa em 7 de junho de 1195 foi o primeiro relato totalmente convincente de raios globulares em qualquer lugar”.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

Brian Tanner