Descoberto sofisticado sistema de filtragem de água dos antigos maias

Estudo foi feito pela Universidade de Cincinnati. Foto: Pixabay

Os antigos maias da cidade de Tikal construíram filtros de água sofisticados usando materiais naturais importados de quilômetros de distância. Isso é o que aponta estudo feito pela Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos. 

Os pesquisadores descobriram evidências de um sistema de filtro no reservatório Corriental, uma importante fonte de água potável para os antigos maias no local onde hoje está localizada a Guatemala.

Uma equipe multidisciplinar de antropólogos, geógrafos e biólogos da Universidade de Cincinnati identificou quartzo cristalino e zeólita importados de uma região que fica há quilômetros da cidade. Ambos os materiais são usados na filtragem de água moderna.

De acordo com o professor Kenneth Barnett Tankersley, principal autor do estudo, os antigos filtros teriam ajudado a remover micróbios nocivos, compostos ricos em nitrogênio, metais pesados como mercúrio e outras toxinas da água.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR