• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Ciência30/03/2022

Documentos da CIA dos anos 60 revelam pesquisa soviética sobre telepatia cibernética

Documentos da CIA dos anos 60 revelam pesquisa soviética sobre telepatia cibernética

Documentos da CIA dos anos 60 revelam pesquisa soviética sobre telepatia cibernética (Foto: Pixabay)

30/03/22 - 15h28min

Três documentos da CIA, datados entre 1963 e 1964, foram obtidos recentemente pelo site Government Attic, que publica documentos governamentais desclassificados. De acordo com os relatórios, a CIA tentou entender os empreendimentos malucos da URSS sobre comunicação telepática "extra-sensorial" durante a Guerra Fria.

Um dos documentos mostra uma conversa entre um agente da CIA e o professor DA Kerimov, da Universidade de Leningrado, sobre a "pesquisa cibernética" e a "percepção extra-sensorial" da URSS enquanto eles compartilhavam algumas "bebidas". Basicamente, os dois estavam bebendo álcool e conversando sobre as últimas tentativas da União Soviética de controle mental.

O documento mostra que o professor Kerimov disse que ouviu que cientistas em Kiev estavam trabalhando em um projeto que conseguiu "aproveitar" a atividade cerebral de um músico habilidoso enquanto tocava piano. Essa atividade cerebral, de alguma forma, poderia ser gravada e reproduzida no antebraço de um não músico, permitindo que ele tocasse piano com perfeita maestria mesmo sem nunca ter tocado em um piano.

No entanto, o cientista soviético recusou-se a entrar em detalhes sobre essa pesquisa e o agente da CIA observou que algumas dessas histórias pareciam "bastante duvidosas".

Em outro projeto, pesquisadores supostamente desenvolveram um "olho de sapo simulado" para fins de vigilância de aeroportos, enquanto uma outra via de pesquisa explorou a possibilidade de comunicação direta entre humanos e computadores via telepatia.

Uma das afirmações mais ousadas nas conversas envolve a suposta capacidade das pessoas de exibir "percepção extra-sensorial". O professor Kerimov disse que eles tinham evidências de que algumas pessoas são capazes de captar ondas cerebrais de outras e até mesmo usar essa habilidade para prever "futuros eventos aleatórios".

Na conversa, Kerimov admitiu que essas ideias não foram levadas muito a sério no passado, mas estavam lentamente ganhando força. O agente da CIA terminou o relatório observando que não vieram muitas evidências concretas da conversa, mas ele acrescentou que a exploração da URSS na percepção extra-sensorial não parecia ser uma ameaça à segurança nacional.

"Quando perguntei a ele quais desenvolvimentos concretos já ocorreram como resultado da cibernética, ele não estava realmente preparado para fornecer um exemplo", escreveu o agente. "Eu diria que em nenhum ponto, exceto a história bastante duvidosa sobre o toque de mensagens do antebraço, eu soube de um único novo desenvolvimento soviético antes do estado da arte dos EUA."

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

cia