Edição 492

    NESTA EDIÇÃO

    A pesca predatória contribuiu para reduzir em 90% as populações de peixes existentes há poucas décadas. A biodiversidade marinha está ameaçada pelas atividades humanas.

    A cultura chinesa da cópia reproduz bairros europeus inteiros.

    Será possível retratar a cidade colombiana de Medellín, ex-capital do crime e do trafíco de drogas, sem realcar preconceitos e estereótipos? A resposta é simples: sim, basta visitá-la hoje.

    Todo mundo mente de vez em quando. Diariamente convivemos com sentimentos nobres e condenáveis. Dependendo do contexto, qualquer pessoa pode ser desonesta, dizem psicólogos e pesquisas.

    No Brasil, em 2011, foram realizadas 2,5 mil cirurgias plásticas por dia. Muitas adolescentes já se submetem à cirurgia estética.A ditadura da beleza e da eterna juventude se impõe cada vez mais cedo.

    Uma nova geração de navios quebra-gelos está surgindo para aproveitar um efeito colateral do aquecimento global: o derretimento do gelo no Ártico. O Polo Norte pode virar um atalho para o comércio.

    Antídoto contra a pressa do mundo, o design sustentável propõe o uso de móveis longevos, confortáveis e feitos de materiais ambientalmente corretos, próprios para um estilo de vida desacelerado.

    A escassez de água e o avanço tecnológico tornam a dessalinização cada vez mais necessária e viável. Mas para aproveitar a água do mar é preciso reduzir o gasto da energia usada no processo.

    A mudança na lei de resíduos sólidos estimula o comércio dos desperdícios entre empresas. Materiais antes jogados no lixo por certas indústrias passam a ser matéria-prima para outras.

    Pompeia restaurada Negligenciada em função da crise econômica italiana, a preservação de Pompeia, patrimônio da humanidade soterrado pelo vulcão Vesúvio no ano 79, ganhou, enfim, um plano de recuperação: a partir de 2014, o governo de Roma, a União Europeia, a Unesco e instituições acadêmicas alemãs investirão 10 milhões de euros, durante dez anos, para […]

    Quando se trata de casamento, os assuntos recorrentes parecem ser divórcio e insatisfação sexual.

    COMPARTILHAR
    blog comments powered by Disqus